27 de nov de 2010

10 mandamentos para ser bonita e poderosa

Coloque em prática as atitudes que vão transformá-la em uma mulher confiante e irresistível de verdade sem fazer força

Roupas e acessórios lindos impressionam, mas não bastam para mostrar ao mundo do que você é capaz. Uma imagem inspiradora e autoconfiante depende mais de atitudes que, muitas vezes, você nem percebe. “Daquilo que o mundo vê da gente, 70% são resultado da nossa comunicação não-verbal”, fala a psicóloga Mônica Portella, do Rio de Janeiro. “Gestos, postura e expressões faciais dizem mais a seu respeito do que você imagina.” Não se trata de empinar o nariz e lançar um olhar ameaçador. Mas de encontrar o equilíbrio entre a doçura e a segurança, o que só é possível quando você conhece seus pontos fortes e fracos, curte a própria companhia e se valoriza. “Assim como uma garota comum pode se tornar linda por aquilo que transmite, uma mulher linda pode ficar feia se for muito insegura”, fala a escritora americana Sherry Argov, autora do livro Por Que os Homens Amam as Mulheres Poderosas? (Editora Sextante). Preparada para virar um ímã de admiradores?

1. Conquiste com o olhar
Na hora da sedução ou em uma entrevista de trabalho, deixe de lado o olhar fixo, aquele ue seca a pessoa à sua frente. Não é ele que entrega o seu verdadeiro poder. Também não vale olhar para baixo, é claro. “Conversar encarando a outra pessoa pode parecer agressivo e deixá-la intimidada, enquanto olhar por cima do ombro ou para os lados o tempo todo demonstra tédio ou desinteresse”, fala Mônica Portella. Escolha o meio-termo: fazer contato visual é obrigatório, mas você deixa a coisa mais natural lançando os olhos para outra parte do rosto do interlocutor e para os lados de vez em quando.

2. Levante a cabeça
A primeira impressão conta, sim: bastam 30 segundos para que a outra pessoa forme uma opinião a seu respeito, dizem os especialistas. Nessa hora, um dos pontos mais importantes a seu favor (ou contra você) é a sua postura. Costas retas, ombros abertos e queixo erguido são a imagem do sucesso. E o bom é que isso não muda só a maneira como os outros a veem, mas como você se enxerga também. Uma pesquisa da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, mostrou que manter a postura correta afeta os pensamentos e aumenta a confiança. A psicóloga Giovana Tessaro, de Curitiba, completa: “Sentir-se segura de verdade é meio caminho andado para o mundo ver você como uma mulher poderosa”.

3. Aprenda a dizer não
Confesse: você tem a maior dificuldade para colocar essa palavra curtinha no vocabulário? Negar qualquer coisa, de um convite a um favor ou uma opinião sincera, é um sacrifício? Você não é a única, mas cuidado: quem perde com isso é você. Por medo de magoar alguém ou de ser rejeitada, é tipicamente feminino sair dizendo sim para tudo e, assim, ficar sobrecarregada no trabalho, infeliz no relacionamento, fazer coisas que não está a fim... Da próxima vez, avalie se tem mesmo condições de oferecer aquela ajuda ou se quer de fato fazer o que lhe pedem. Ter coragem de dizer não e escolher o sim na hora certa são sinais de que você valoriza o seu tempo, seus desejos e suas opiniões. Isso, sim, é poder.

4. Sorria mais
Encarar o mundo com um sorriso no rosto torna você mais atraente e positiva. Mas vamos combinar que, para liberar o riso – e ainda falar de perto, sair bem na foto e usar aquele batom vermelho poderoso – com orgulho, é obrigatório exibir dentes bem cuidados. Sem falar que isso também eleva o seu valor no mercado de trabalho, como sugerem os pesquisadores Sherry Glied e Matthew Neidell, da Universidade Columbia, nos Estados Unidos. É o seu caso? Ótimo! Se ainda não, cuide dos seus com a higiene certa e lembre-se de que a odontologia estética oferece soluções para todo tipo de problema hoje em dia. Quer a receita de um sorriso natural e matador? Os dentes ficam à mostra e os olhos ligeiramente encolhidos, sem medo de revelar possíveis ruguinhas.

5. Use a voz a seu favor
Em uma conversa, o volume, o ritmo e as pausas que você usa quando fala refletem seu estado emocional e o quanto você está no controle da situação. O segredo é o equilíbrio: alar alto ou baixo demais pode expressar insegurança, assim como muito rápido ou devagar corre o risco de revelar ansiedade ou falta de entusiasmo. Hesitou, gaguejou, a voz ficou fininha e parece que vai faltar? “Respire profundamente, quantas vezes o momento permitir”, aconselha Giovana Tessaro. Isso vai desacelerar o cérebro e ajudá-la a recuperar o controle da comunicação.

6. Ame seu cabelo
Você (e mais de 90% das brasileiras, como revelou uma pesquisa realizada por uma multinacional de cosméticos) já sabe que acordar de bem com o cabelo é determinante para ficar numa boa o dia inteiro e ganhar autoconfiança, seja no trabalho ou na vida pessoal. O que talvez seja novo é que isso é muito mais do que uma questão de vaidade. “O cabelo é um meio de expressão capaz de revelar bastante da personalidade feminina”, fala a antropóloga Miriam Goldenberg, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Ela sugere que, enquanto o longo está associado a sensualidade, o curto costuma passar a imagem de uma mulher séria. “E se o loiro e liso simboliza poder, o escuro e cacheado original revela liberdade e segurança para aceitar suas raízes”, diz. Natural ou colorido, curto ou comprido,algumas coisas valem para todo mundo: cabelo tem que ser bem tratado e combinar com o seu estilo de vida, o que mostra que você se conhece e se gosta.

7. Encontre o seu estilo

Não acredite se alguém disser que gastar dinheiro com roupas, bolsas e sapatos é supérfluo. “Abastecer o armário com peças de qualidade e que são a sua cara é um investimento que faz parte da tarefa de mostrar ao mundo a que você veio”, defende a psicóloga Mônica Portella. Se a primeira impressão conta, compensa investir para que ela seja positiva. Ou seja, mais importante do que se fantasiar de sexy, sóbria ou moderna é encontrar modelos que valorizem o seu tipo físico, deixem você à vontade e traduzam a mensagem que você quer passar. Na hora das compras, lembre-se de que resistir diante de mais uma bolsa ou par de sandálias da mesma cor também é um exercício do seu poder – de escolha.

8. Aposte no make
Acredite: para cada mulher existe um produto de beleza perfeito e um estilo de maquiagem capaz de realçar o que ela tem de melhor. A promotora de eventos Tatiana Barbieri, 34 anos, descobriu isso há pouco tempo. “Só passei a me maquiar quando comecei a trabalhar com festas”, conta. “Ficava sem graça de receber os convidados de cara lavada e fui começando devagar: primeiro rímel e gloss, depois um blush, delineador... Hoje, sou apaixonada por make e não me reconheço sem.” A brincadeira de ler revistas de beleza, fuçar blogs na internet sobre o assunto, experimentar cosméticos de várias marcas e testar looks na frente do espelho mexeu com a autoestima da moça. “Estou mais vaidosa, me visto melhor e saio mais à noite. Também virei referência para as minhas amigas, que não saem para a balada sem me perguntar o que eu acho da produção.”

9. Construa seu repertório
A maioria de nós se impressiona com aquelas mulheres que inspiram segurança, charme e poder sem esforço, como se tivessem nascido daquele jeito, não é? Só que ninguém vem ao mundo pronta, e é ao longo do caminho que você se prepara e amplia seu conhecimento. Seja qual for sua área de interesse, estude, leia, informe-se. Melhor: interesse-se por vários assuntos e exercite sua curiosidade – e seu cérebro. Assim, você aumenta seu círculo de conhecidos, suas chances de romance e seu leque de oportunidades.

10. Abrace a vitória
Seja um elogio, um presente ou uma promoção, a mulher poderosa de verdade aceita o reconhecimento do seu sucesso com orgulho e prazer, sem emendar aquele “não precisava”, que, às vezes, escapa sem a gente perceber – nessa hora, um simples “obrigada” diz tudo. Mas isso é uma conquista, e vem para quem se entrega com paixão ao trabalho, aos relacionamentos, ao seu hobby favorito... e sabe que merece tudo o que recebe.



Fonte: Revista Boa Forma

16 de nov de 2010

Sardas - mostrar ou esconder?

Eis a questão!

Paola Oliveira
Quem tem pintinhas no rosto pode sofrer um bocado na hora de se maquiar. Mas os especialistas garantem que isso é bobagem. De acordo com o maquiador Marcos Costa, autor do site www.marcoscosta.com.br, a melhor opção é assumir as sardas sem medo, como fez a atriz Paola Oliveira na série Afinal, o que Querem as Mulheres?, da Globo, que estreia na próxima quinta-feira (11)
Carol Trentini
Engana-se quem pensa que as sardas deixam o visual mais infantil e inocente. A brasileira Carol Trentini é tida como uma das tops mais bonitas e notáveis do mundo e já integrou o seleto time das modelos da grife Victoria’s Secret, consideradas as mais sensuais do mundo. Segundo Costa, quem tem a pele sardenta deve apenas cuidar para que ela não fique com ainda mais sardas ou manchas, que podem gerar problemas futuros, como câncer de pele. “Tem que passar filtro solar sempre”, ressalta o maquiador.
 Cintia Dicker
Cintia Dicker é outra modelo brasileira que faz sucesso no exterior. Com o rosto coberto de pintinhas, ela não tem medo de se maquiar e até aposta no batom vermelho. Para os olhos, o maquiador recomenda evitar os pigmentos amarelados, já que as sardas já são mais amarelas. “Cores frias nos olhos, como lilás e azul, ficam bem. Além disso, caprichar em um olho pretão e nos batons ou gloss rosados é uma ótima opção de maquiagem para as sardentas”
Emma Watson
Para os blushes, Costa resume tudo em uma só palavra: “rosa”. Como se trata de peles mais branquinhas, os tons de rosa são as melhores opções tanto para morenas, quanto para loiras ou para ruivas. Portanto, ponto para a atriz Emma Watson, que escolheu um blush rosa queimado e ficou linda!
Erika Mader
A atriz Erika Mader, sobrinha de Malu Mader, já possui uma beleza natural, de menininha. “Aquelas que querem assumir as pintas devem optar por uma base líquida bem leve, do exato tom da pele e que deixe transparecer as sardas”, diz Costa. O corretivo pode até ser dispensado. “As bases refletoras já possuem uma cobertura mais natural e disfarçam alguns defeitinhos”, sugere Costa.
Julianne Moore
Muita gente diz que Julianne Moore é uma das atrizes mais belas de Hollywood. E não há como negar que as pintinhas dão charme total a ela. Mesmo com uma maquiagem mais pesada, para um evento de gala, a atriz deixa transparecer um pouco das sardas. “Não recomendo a ninguém que esconda as pintinhas. A tendência é que a pessoa carregue tanto na maquiagem a ponto de ficar cafona”, diz Costa.
Julia Petit
Julia Petit é perita na arte da automaquiagem, mas muitas vezes aparece sem sardinhas. Para quem insiste em tentar escondê-las, Marcos Costa sugere escolher uma base de textura mais leve e colocar um pouco mais de produto na pele. “A melhor forma de usar a base, para que o resultado fique natural, é colocando-a na ponta dos dedos e dando leves batidinhas no rosto, fixando-a e não a esfregando na pele”
Letícia Spiller
O pó também pode ser usado, mas desde que não deixe o resultado da maquiagem artificial. “Quem tem pele oleosa pode usar esse item para dar uma segurada no brilho da pele”, afirma Costa. Reparou no batom de Letícia Spiller? Para Costa, o nude rosado é um tom que fica ótimo para a boca das sardentas.
Malu Mader
Se a sobrinha tem uma beleza natural, parece que ela puxou os passos da tia Malu Mader. A atriz sempre aparece com a pele impecável e com as pintinhas à mostra. Costa ressalta que, se a pessoa optar pelo uso do corretivo, que use um do exato tom natural da pele. “Escolher uma cor mais clara é um perigo. A mulher pode ficar como um ‘panda ao contrário’”, brinca.
Marina Ruy
Já dá para perceber que a jovem Marina Ruy Barbosa segue as tendência de beleza ao escolher se maquiar preservando o aspecto natural da pele. Blush e gloss rosados dão vida às peles sardentas. Aposte nesses itens!
Sienna Miller
A atriz Sienna Miller é outra famosa que assume as sardas. Nesta foto, tirada no tapete vermelho do MTV Movie Awards, ela aparece com uma maquiagem bem suave, que destaca apenas os olhos. Caso ela optasse por esconder as pintinhas, o visual ficaria bem mais carregado e até artificial
fonte: R7

Dica de modelos: elas ensinam seus melhores truques

A vida das modelos parece ser glamorosa, mas não é nada fácil estar sempre linda. Elas sofrem com sapatos apertados, esperam horas na fila para serem maquiadas antes dos desfiles, usam roupas menores que o corpo e são obrigadas a estar sempre impecáveis.
modelos
Não à toa, precisam se virar nos trinta para não aparecerem no dia de um desfile importante ou de uma entrevista de casting (seleção) com olheiras, cabelos desgrenhados, lábios secos e por aí vai.
Como vivem cercadas por maquiadores, cabeleireiros, produtores de moda, estilistas e gente muito antenada, conhecem como ninguém truques de beleza que poucas pessoas sabem.
O R7 conversou, nos bastidores do Oscar Fashion Days, evento de moda que aconteceu no mês passado no interior de São Paulo, com modelos como Renata Klem, Sheila Baum, Malana, Cris Jurach e Carol Thaler.
Acostumadas às passarelas, inclusive internacionais, elas deram dicas de ouro de como disfarçar olheiras, usar um sapato maior que o pé, disfarçar celulite, entre outras coisas.
Confira abaixo as dicas mais bacanas que selecionamos para você!
1ª – Laquê no bumbum
Uma técnica bastante usada nos desfiles de moda, sobretudo os de verão, é passar laquê nas coxas, nas pernas e nos bumbuns para deixá-los mais durinhos e disfarçar a celulite. A dica vale para quem vai à praia e está insegura com as próprias curvas. Malana, que participou do reality show Brazil’s Next Top Model, aprova:
- Isso é ótimo, funciona mesmo. Mas tem de ser aqueles laquês bem baratinhos, de R$ 5.
2ª – Absorvente no sapato
Para quem precisa ir a uma festa e quer emprestar o sapato da amiga alguns números acima do seu, as modelos ensinam o truque do absorvente. Cris Jurach explica a técnica improvisada:
- Você usa o absorvente como se fosse uma palmilha. Ele ajuda a prender e a não escorregar. Serve bem para sapatos como escarpins.
3ª – Coque difusor
Se você não tem tempo para arrumar os cabelos, mas quer que fiquem com um ondulado natural, as tops ensinam a fazer um coque. Sim. De acordo com Renata Klem, é fácil: umedeça os fios e os prenda com um elástico, formando um coque baixinho na altura da nuca.
- Tem de torcer bem os cabelos. Depois de um tempo, é só soltar que eles ficam ondulados e menos rebeldes.
4ª – Contra rachaduras, picadas e espinhas
Está com a boca seca, o calcanhar rachado, levou uma picada de inseto onde não deveria? O Bepantol, segundo as tops, é um santo remédio. Elas, que não podem estar com a boca rachada nem qualquer marquinha na pele, dizem que a pomada é ótima para secar espinhas, picadas e hidratar a boca. O R7 alerta, no entanto, que um especialista deve ser procurado sempre que houver problemas mais sérios.
5ª – Lápis branco nos olhos
Quer ficar com olhos aparentemente maiores? Use lápis branco no contorno dos olhos. As modelos contam que esse é um truque interessante para quem deseja dar volume ao olhar. A regra é desenhar o contorno da região com um bom lápis branco, que deslize e seja macio.
6ª – Colher nas olheiras
Além do batido chá de camomila gelado, existe um truque mais prático para disfarçar olheiras e bolsas nos olhos. Colocar uma colher de sopa gelada no local. Carol Thaler revela o segredo:
- Deixo a colher no congelador e, quando está bem fria, coloco nos olhos por cerca de meia hora. É ótimo para tirar olheiras e a cara de cansada.
fonte: R7

15 de nov de 2010

Tire o jeans do cabide e modele seu corpo

A calça certa provoca uma transformação, saiba escolher

A calça jeans é a peça que não pode faltar no guarda-roupa da mulher moderna. A peça é coringa e fica bem para diversos looks. Mas a escolha do modelo errado pode danificar o corpo e ressaltar características que devem ficar escondidas.

Você sabe qual o modelo de jeans que mais combina com você? Tem corte para disfarçar as gordurinhas, aumentar o bumbum e até para alongar as pernas? O MinhaVida conversou com duas personal stylist que deram todas as dicas de como usar a peça mágica a seu favor. Confira as sugestões das especialistas e arrase no visual.

Para as gordinhas
Para disfarçar os quilinhos a mais é preciso deixar de lado as calças justas e apostar nos modelos mais tradicionais, outra dica e não deixar a peça muito folgada na altura da cintura. "As calças de cintura tradicional ficam melhores para quem está acima do peso. Outra dica é abusar nos modelos de corte reto e sempre com elasticidade. Dar preferência para os modelos com elástico na cintura também é uma ótima opção" explica a consultora Ivana Berenstein.

Já em relação à cor, a especialista afirma que as peças escuras são a melhor opção. "O jeans escuro tem a função de disfarçar as gordurinhas que estão sobrando, portanto uma ótima escolha para quem está acima do peso. Vale lembrar que os bolsos podem aparecer, mas não em exagero", alerta.

Para as magrinhas
As magrinhas, que desejam apresentar um corpo um pouco mais volumoso, devem optar por peças que fiquem ajustadas nas pernas, o resto é totalmente livre. "As magrinhas não precisam reclamar, praticamente todos os cortes de jeans ficam perfeito no corpo. Mas uma dica é não usar calças que fiquem totalmente agarradas nas pernas. As mais soltinhas trazem a sensação que a perna da mulher magra está mais grossa. Já em relação à cintura, elas podem abusar dos modelos mais altos, que estão na moda, mas os baixos também caem bem. Um ótimo modelo é a calça skinny", explica a consultora Daniela Romani.

Com muito quadril
O problema está no quadril? O jeans também pode ajudar (e muito!) a disfarçar. "Mulheres com o quadril muito largo, precisam de atenção especial na hora de escolher o jeans mais apropriado. Nada de peças muito justas ou de calças baixas. O ideal é usar a cintura um pouco mais alta, o que deixa a característica do quadril largo com menos evidência. As peças escuras também entram, já que ajudam a diminuir o volume. A perna da calça também precisa ser um pouco mais larga, para disfarçar ainda mais o quadril", afirma Ivana Berenstein.

Com pouco bumbum
Deixar o bumbum maior também é possível com a escolha do jeans certo. São pequenos detalhes que podem garantir um corpo cheio de curvas. "Uma dica perfeita de jeans que ajuda a aumentar o volume do bumbum são os cortes de cintura baixa e com bolsos pequenos. Isso é que muda o visual. Nesse caso a sugestão é pelo jeans mais claro que também ajuda no volume" afirma Daniela Romani.

Com perna muito grossa
Para quem deseja disfarçar a perna muito grossa, a dica é apostar nos modelos escuros e com strech. "Um jeans escuro que tenha strech, é a melhor opção para quem tem a perna muito grossa, a pessoa se sente confortável com a calça e não corre nenhum risco do excesso aparecer", explica Ivana Berenstein.

Para as baixinhas
As mulheres baixinhas também podem usar o jeans a seu favor. "As calças de cintura baixa e colante no corpo são a melhor opção mais quem deseja parecer mais alta, já que isso passa a ilusão de tronco alongado. Uma dica é não optar por modelos de cintura alta, eles cortam a silhueta e proporcionam uma aparência ainda mais baixa", adverte Daniela Romani.

Para as altas
As mulheres altas estão no grupo que podem abusar do jeans, sem correr muito risco de errar no look. "As mais altas podem usar de tudo, boca larga, skinny, cintura baixa, cintura alta. Mas, claro que tudo isso se estiver dentro das medidas. Com a estatura alta as peças sempre ficam elegantes, até as calças capri que acaba no tornozelo ficam lindas" finaliza Ivana Berenstein.

9 de nov de 2010

A "Sombra" te persegue??? Saiba como usá-la a seu favor.

Tem quem use no dia a dia e quem a reserve somente para festas e situações mais especiais. Mas a sombra não pode ser considerada apenas como um detalhe da maquiagem. Aliada a uma produção cuidadosa, ela tem o poder de dar uma boa valorizada na finalização do seu make up. A grande questão é saber como escolher nessa infinidade cada vez maior de tonalidades e texturas.

O que é preciso ter em mente é descobrir o que fica melhor para você, recomenda a maquiadora Virginia Gregori, do Studio W, de São Paulo. Para não ter erro, a especialista destaca as grandes coringas desse tipo de cosmético: marrom e preta. "Ficam bem para qualquer tom de pele", explica. 
Sombra pode e deve ser usada no cotidiano - Foto: Getty Images
O cosmético pode e deve ser usado no cotidiano. "Uma pessoa que trabalha em um escritório, por exemplo, fica bem com umasombra rosada", sugere a especialista. Para o dia, opte por tons que não tenham muito brilho, como as de cores neutras e pastel, como o bege, o lilás e até o marrom. Adote sempre as mais clarinhas. Ao cair da noite, entretanto, você pode abusar das tonalidades mais escuras. As cores fortes, o preto e o brilho ganham espaço.

Sobre o jogo de cores em uma mesma maquiagem, a especialista destaca que é uma questão que depende de estilo e momento. "Vai do gosto pessoal de cada uma e das tendências do momento. Você pode usar quantos tons quiser", afirma Virginia. Mas certo policiamento em relação a exageros é sempre necessário. 
Para a maquiadora, o jeito certo de passar o produto é com pincel. "Ele deixa a maquiagem bem acabada e o resultado fica mais natural. Com o dedo pesa um pouco", diz. Existem vários tipos de pincéis e, o interessante, segundo Virginia, é ter um para a sombra clara, um para o côncavo, outro para a sombra escura e outro para esfumar.

Sombra e formato de olhos 
Pequenos: tem que cuidar para não deixá-lo muito fechado, arredondado. Escolha uma cor clara para o côncavo e escura para fora. Nunca use lápis dentro dos olhos, sempre por fora. A não ser que seja um olho todo preto, aí aplique dentro, fora e esfume. Isso dá uma sensação maior para o branco do olho.

Grandes
: o olho pode ser bem marcado. Para o dia é possível usar os tons de marrom, que fica bem suave. Em uma produção para noite, pode se fazer bem preto. Sempre passe o lápis dentro do olho.

Juntos:
 procure passar um tom clarinho na parte interior da pálpebra e esfumar a parte de fora com um tom mais escuro.

Separados: opte por uma sombra de tonalidade escura em toda pálpebra. 

4 de nov de 2010

Reiki, a energia através das mãos

Ao estimular o equilíbrio das funções imunológicas e hormonais, a técnica possibilita mais qualidade de vida, saúde e bem-estar psicológico e espiritual

Por Cristina Almeida
No início do século XX, um praticante do Budismo Tendai, o japonês Mikao Usui, idealizou uma prática 
denominada Reiki, palavra que significa "universo" (Rei) e "energia vital" (Ki). O objetivo era incentivar 
o desenvolvimento pessoal e espiritual. Entretanto, quem desejasse seguir seus ensinamentos deveria
antes submeter-se a um ritual: Usui tocava levemente cada discípulo por um determinado tempo. Seus
discípulos não só repetiam essa prática, como também utilizavam alguns símbolos de origem taoísta,
cujas imagens teriam o poder de restabeler a saúde humana.De acordo com Gala True, cientista sênior
em Ética Médica do Albert Einstein Center for Urban Health Policy and Research, na Filadélfia (EUA), 
no tempo de Usui, "o Reiki era só uma prática espiritual, e qualquer cura física, emocional ou mental 
seria uma consequência natural dela".

Como a prática funciona 
Porém, Chujiro Hayashi, um dos alunos de Usui, aperfeiçoou a técnica, desvinculou- a das práticas 
meditativas e passou a utilizá-la com fins terapêuticos. No Brasil, os ensinamentos chegaram só em 
1982 e são hoje considerados tradicionais. Como, inicialmente, o método era transmitido de forma 
oral, nos anos seguintes surgiram outras variações. Ricardo Monezi, psicobiólogo e pesquisador do
Reiki no Instituto de Medicina Comportamental da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), 
explica que todo ser humano possui a capacidade de captar e transmitir energia através das mãos. 
"Hoje, ainda desconhece-se a natureza dessa energia, mas se cogita que ela seja elétrica, magnética 
ou ambas". Segundo Monezi, uma das hipóteses é a existência do efeito placebo: a confiança no 
praticante, a crença e a fé podem acionar mecanismos orgânicos regenerativos. Outra possibilidade 
seria a interação dos campos magnéticos de quem aplica e de quem recebe o Reiki. "Acredito na 
conjunção desses dois fatores", fala o especialista. "O importante é que expor-se ao Reiki traz 
benefícios, pois ele atua na liberação de hormônios ligados ao estresse (cortisol e adrenalina), 
promovendo notável relaxamento, além de agir no fortalecimento do sistema imunológico".


Os pontos mais trabalhados
Cada ponto do corpo estimula as principais glândulas endócrinas. Veja:
Na cabeça: o objetivo é ativar a hipófise, o hipotálamo, a pineal e a amídala. Esta última estímula do
hipotálamo e da glândula pineal, que influenciam a melatonina, hormônio considerado importante na
liberação da dopamina (substância química ligada a transtornos como esquizofrenia, depressão, 
ansiedade e bipolaridade).
Os pontos da tireoide e do coração: estimulam o equilíbrio da circulação; os das glândulas 
suprarrenais são responsáveis pela liberação da adrenalina e cortisol (relacionadas ao estresse)
Os dos ovários e testículos: auxiliam na estabilização do estrógeno e progesterona na mulher, 
e testosterona no homem, capazes de influenciar o comportamento de ambos.
 

Tira-dúvidas sobre a técnica
- Quem é o terapeuta: pessoa que ajuda o próximo a acessar sua capacidade natural de reagir.
 Porém, ao decidir submeter-se às sessões, o paciente deve procurar saber se o praticante possui
 formação que o habilita ao uso da técnica. A tradição ocidental é que os ensinamentos se dividam em
quatro etapas (Níveis I, II, III e mestre-professor Reiki). A partir da formação de nível I, qualquer pessoa
estará capacitada a utilizar em si ou transmitir o Reiki. 

- Quem é o paciente: qualquer pessoa, independentemente de idade e sexo, pode receber o
tratamento. Indivíduos em estados pré ou pósoperatório também podem ser submetidos ao Reiki.

- Tempo de tratamento: em geral, cada sessão dura de 1h a 1h30. "O número de sessões dependerá
de cada caso, mas quatro costumam ser suficientes", informa Luiz Fernandes de Almeida, praticante,
mestre-professor e pesquisador de Reiki há mais de dez anos. 

- Como é a sessão: quem recebe Reiki pode estar sentado ou deitado e permanece vestido.
O prático posiciona as mãos sobre determinados pontos do corpo para estimulá-los por meio da
imposição ou do toque. 

- Principais indicações: é considerada coadjuvante no tratamento de doenças fisiológicas,
psicológicas e psiquiátricas. Distúrbios de ansiedade, dores crônicas, HIV/Aids, eventos cirúrgicos
 em suas fases pré e pós-operatória, esquizofrenia, bem como em especialidades como a oncologia,
obstetrícia, reumatologia são outros exemplos em que o Reiki tem sido utilizado.

Fonte: www.revistavivasaude.uol.com.br

Acho esse estudo incrível e acredito sim nessa cura, acho importante que
as pessoas saibam que 
existe. Qual a sua opinião?

3 de nov de 2010

1º suco bronzeador

Para conquistar uma pele bonita, bronzeada e macia é o desejo de muita gente no verão. Para isso, a nutricionista do MinhaVida, Roberta Stella, tem a solução. "Comece já a preparar o seu corpo para o bronze e introduza alimentos como cenoura, beterraba, abóbora, mamão, manga, espinafre em sua dieta", explica a especialista. 
Suco Bronzeador - Foto: Getty Images
Esta turma de alimentos dá uma mãozinha no seu bronzeado por serem ricos em um carotenoide conhecido como betacaroteno. É ele quem dá cor às frutas amarelo-alaranjadas e aos vegetais verde-escuros. A substância é um poderoso antioxidante, que quando é consumido é convertido em vitamina A no organismo. "A vitamina auxilia na formação de melanina , pigmento responsável pelo efeito bronzeado da pele", diz Roberta.
Confira a receita de um suco saboroso e que é aliado da cor dourada da estação. Consuma antes e durante o verão, pelo menos três vezes por semana.



Suco Bronzeador 
Ingredientes:
1 copo pequeno de suco de laranja
1/2 beterraba crua
1 cenoura média

Modo de preparo:
Centrifugue a cenoura e a beterraba e misture ao suco de laranja.

Valores nutricionais
 (por porção)
Rendimento: 1 porção
Calorias: 170,8 Kcal
Quantidade de pontos (por porção):4
Carboidratos: 38,6 g
Proteínas: 3,9 g
Gorduras: 1 g 

Dicas de Maquiagem

Alguns detalhes fazem a diferença!

Truques para fazer sua maquiagem em casa - Foto: Getty ImagesIndependente da destreza e da habilidade em fazer a sua própria maquiagem, há sempre algum truque novo para aprender. Lembrando sempre que para descobrir o tipo de cosmético e a cor mais indicados para você é preciso testar. Confira algumas dicas do maquiador Robson Vieira, do Centro de Beleza Patrícia Alves, de Florianópolis:

Corretivo: aplique-o sempre em pequenos pontinhos e espalhe bem com batidas com os dedos na região das olheiras, ao redor dos lábios, embaixo das sobrancelhas e em cima de marcas de espinhas ou outras manchas que queira esconder. Testá-lo no antebraço, assim como a base, é melhor lugar para garantir a cor adequada. Deixe os corretivos coloridos para uso de profissionais. 
Base: a líquida proporciona um aspecto mais natural e é excelente para cobrir manchas.Tome sempre cuidado com o excesso. Antes de passar no rosto, aplique um pouquinho no dorso da mão e distribua bem por toda a pele do rosto e pescoço, sem exagerar. Caso use decote, não se esqueça do colo.

Pancake: esconde bem as manchas e tem poder de deixar a pele com textura mais uniforme que a base. Por seu efeito duradouro, é indicado para quem quer uma maquiagem por um bom tempo. Durante o dia use a esponja seca para conseguir um aspecto mais natural e à noite dê uma umedecida, trazendo um pouco de brilho ao rosto.

Curvex: verifique se o silicone das pontas está bem encaixado e envolva-o com a mão para esquentá-lo. Isso faz com que curve mais os cílios. Levante a pálpebra com o dedo e encaixe os fios, com cuidado para não beliscar a pele. Dê umas dez apertadinhas e passe a máscara para cílios em seguida. Se quiser, espere a máscara secar um pouquinho e aplique novamente. Nunca faça com ela totalmente seca. Isso pode quebrar seus cílios.  

Lápis de olho:
 para olhos grandes, use na parte de dentro. Pequenos, aplique somente na parte de fora ou na de dentro, usando a cor branca. Antes do lápis, passe um contonete para tirar o excesso de oleosidade e umidade para permitir uma maior fixação. 
Máscara para cílios: faz a grande diferença na maquiagem. Na hora de retirar o aplicador, dê uma entortadinha na escovinha, para evitar se borrar. Comece "sujando" bem a pele da raiz dos cílios. Isso pode até dispensar o uso do delineador. Em seguida, aplique bem por todo o fio. Se preferir, passe nos cílios inferiores para abrir ainda mais o olhar. Se quiser a máscara mais forte, ponha até três camadas com intervalos de um minuto entre uma e outra.

Sombras light: pode usar uma tonalidade neutra ou duas ou mais cores criando um degradê (do mais forte ao mais clarinho). Se sua pálpebra superior for gordinha ou caída, não se esqueça de ultrapassar o côncavo do olho.

Sombra fatal: a melhor forma de garantir esse look é esfumando a sombra a partir da parte superior dos cílios com a ponta dos dedos ou com um cotonete, sempre no sentido de baixo para cima e de dentro para fora. Dê preferência a cores escuras como o preto, azul, marrom e vinho.

Delineadores: eles precisam de mão firme. Se não for esse o seu caso, dê preferência ao lápis seguindo o tom das sombras. Elas, por sinal, podem fazer as vezes do delineador. Uma dica é pegar um pincel fino e duro, molhar e aplicar a sombra preta. Depois, faça o traço bem rente aos cílios. Por não ser tão escorregadio quanto o delineador, você pode ter mais facilidade em passá-lo. 

Blush: o principal detalhe é em relação à quantidade. Nunca exagere, nem na quantidade do produto, nem na área de aplicação. Para garantir, faça um biquinho e passe somente na maçã do rosto, sempre de fora para dentro. Os de tons mais escuros e terrosos podem ser usados para marcar o maxiliar e disfarçar aquele papo indesejado.

Batom: para uma maior durabilidade, passe hidratante e uma leve camada de pó nos lábios. Em seguida faça o contorno com lápis e preencha com um batom do mesmo tom. Outra possibilidade é usar o contorno também no preenchimento. Ele costuma fixar mais. Tire o excesso colocando o dedo indicador dentro da boca em forma de biquinho.

Pó: o último passo da maquiagem. Ele deve ser usado só nas áreas mais oleosas, que quase sempre correspondem ao T (testa, nariz e queixo), para tirar o excesso de brilho. Ele também ajuda a amenizar um pouco o blush, caso tenha exagerado. 
esqueci o site

Sujeira no tapete

Saiba como remover manchas e não perder a peça que você tanto gosta

Quando li essa matéria so lembrei do xixi que a Mell (minha yokshire), fez no tapete da casa da minha amiga Paula, quase morri de vergonha. Mas como minha amiga é muito prendada consegui limpar dieitinho, leiam ai.

Você convida os amigos para estrear a sala-de-estar com aquele tapete recém-comprado. Mas, de repente, alguém esbarra na taça de vinho e deixa a bebida cair. Nessas horas, o especialista Gustavo Mera, gerente de marketing da empresa Santa Mônica Tapetes e Carpetes, em São Paulo, dá uma dica: nada de desespero. Há várias técnicas para tirar marcas e manchas das peças, sem prejudicar as fibras naturais ou sintéticas. Vale lembrar que, no caso dos modelos persas e orientais, é recomendável procurar a ajuda de uma lavanderia especializada.
Café: com um pano limpo, passe detergente no local em que caiu o líquido. Enxugue com tecido absorvente e, após a absorção, passe gelo, até que toda a mancha seja removida.
Esmalte: passe acetona no local atingido e espere secar. Retire possíveis resíduos com um tecido absorvente e, com um pano limpo, borrife água com sabão neutro.
Chocolate, balas e doces em geral: enxugue a região com tecido absorvente até que todos os resíduos sejam retirados. Aplique glicerina e, em seguida, solução que contenha uma colher de detergente em pó e uma colher de vinagre branco, diluídos em um litro de água morna. Não se esqueça de agitar bem a mistura até formar espuma, para aplicar no local da mancha.
Vinho: seque a região com tecido absorvente e, com um pano limpo, aplique uma solução composta por uma colher de sabão em pó e uma colher de vinagre branco, diluídos em um litro de água morna. Não se esqueça de agitar bem a mistura até formar espuma, para aplicar no local.
Tinta e verniz (a óleo): enxugue o local com um tecido absorvente. Passe, com um pano limpo, solvente limpador a seco e depois outro solvente, o thiner.
Urina de animais domésticos: usando um tecido absorvente, seque a região atingida. Depois, misture uma colher de detergente em pó e outra de vinagre branco, diluídos em um litro de água morna, agite bem e aplique no local.
Fotos: Divulgação
Fonte: www.portalvital.com.br

2 de nov de 2010

Pele para o Verão 2011


Esfoliação: como preparar a sua pele para o verão

esfoliação verão

Use a esfoliação a seu favor: deixe sua pele bonita na época mais quente do ano. Só não exagere / SXC





O verão está chegando e, com ele, é preciso investir no cuidado com a pele para que ela fique bonita na estação mais quente do ano. A esfoliação é um ótimo recurso para remover as células mortas e impurezas. A dermatologistaAlessandra Haddad indica o procedimento uma vez por semana. “Mas é preciso levar em consideração o tipo de pele, o produto e a agressividade com que ela é realizada”, destaca. 

A médica garante que não há problemas em esfoliar a pele bronzeada. Entretanto, ressalta a importância de fazê-lo com cautela. Na opinião da esteticista Márcia Pinto Ferreira, coordenadora de estética do Spa Posse do Corpo, o intervalo do tratamento em peles já expostas ao sol dever ser de 15 e 30 dias.

A dermatologista não recomenda esfoliação para peles secas. “Os esfoliantes são indicados para peles oleosas. São ainda uma ótima arma para ajudar as peles com acne”.

Evite o excesso
As profissionais são taxativas quando o assunto é o excesso de esfoliação. Segundo a dermatologista, a conseqüência pode ser o desequilíbrio no ph. “Isso causa o afinamento excessivo e leva a sensibilidade cutânea”, pondera. Já a esteticista chama atenção para uma reação contrária, conhecida como “efeito rebote”, que pode produzir ainda mais oleosidade nas peles com tendência a acne.

Esfoliantes faciais e corporais
Há diferença entre os esfoliantes faciais e os corporais. Para Alessandra, a principal está no tamanho e uniformidade dos grânulos.  “Na face devem ser usados grânulos menores e bem uniformes. Já no corpo, podem ser maiores”, explica. Apesar de agir de maneira superficial, é importante usar um produto recomendado por profissionais.

A forma correta de utilizá-lo 
O procedimento é simples. Basta aplicar pequenas quantidades do produto na região a ser esfoliada e contar entre cinco e dez movimentos circulares. As áreas de maior sensibilidade são os cantos dos lábios e a região dos olhos. “A região da órbita não deve ser esfoliada”, adverte a dermatologista. Depois da esfoliação, passe um tônico e o hidratante de rotina.

Márcia ensina truques: “massageie o rosto de dentro para fora e de cima para baixo na região do nariz, o sentido da drenagem linfática do rosto”. Enxágüe primeiro com água morna e depois lave com água fria. "Isso ajuda a retrair os poros e ativar a circulação”. E não deixe resíduos. “Tem que enxaguar direito. Isso leva mais tempo do que a esfoliação em si”, diz.

Esfoliantes caseiros
Os esfoliantes caseiros devem ser feitos com cautela. Márcia explica que o mais comum é feito com suco de limão e açúcar. Mas adverte: é preciso ter cuidado, pois pode manchar a pele. "O ideal mesmo é usar um esfoliante recomendado por um profissional”, diz a esteticista. Caso faça o esfoliante em casa com produtos naturais, não misture com cosméticos artificiais, alerta Alessandra. 

Fonte: site GNT